Português Italian English Spanish

Enquanto curva da Covid não baixar no Brasil, fronteira não abre, diz presidente paraguaio

Enquanto curva da Covid não baixar no Brasil, fronteira não abre, diz presidente paraguaio


Presidente paraguaio foi novamente questionado nesta quinta-feira, 23, se há planejamento para reabertura das fronteiras com o Brasil.

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez (Marito), foi novamente questionado sobre a possibilidade de reabertura da fronteira com o Brasil nesta quinta-feira, 23. Segundo o presidente, não há nenhuma data pré-definida. Ele ressaltou que se não houver redução na curva de casos no Brasil, as fronteiras não irão reabrir.

“Nós somos os que mais queremos que a fronteira seja reaberta para reativar a economia. Principalmente as cidades de fronteira, onde estamos construindo estratégias para a contenção social através do programa Pytyvõ. Mas vejam o que estão passando. Ciudad del Este é uma das cidades que mais tem casos de Covid-19” argumentou Marito.

Ele ressalta que o país está buscando ferramentas para tentar mover a economia. Entre as medidas está o delivery fronteiriço, autorizado nesta semana e que já funciona em fase de testes. Porém, não ele salienta que não há data para reabrir totalmente. “Não há data, porque depende muito da propagação do vírus, da análise que da Vigilância de Saúde e Ministério de Saúde. Vocês sabem, nós somos regidos estritamente as propostas do ministério da Saúde” afirmou.

Ele pontuou que o Brasil é o país com a segunda maior quantidade de mortos no mundo causadas pela Covid-19. As fronteiras estão totalmente fechada para o tráfego de pedestres e veículos desde o dia 24 de março. Neste período apenas caminhões de carga estão autorizados a passar.

Fonte: ABC Color