Português Italian English Spanish

Volta as aulas:proposta para reabrir escolas prevê aulas presenciais de 15 em 15 dias

Volta as aulas:proposta para reabrir escolas prevê aulas presenciais de 15 em 15 dias


O retorno às aulas não tem data para ocorrer

A diretora de Planejamento da Seed (Secretaria de Estado da Educação), Adriana Kampa, apresentou ontem (23), em reunião remota da Frente Parlamentar do Coronavírus da Assembleia Legislativa do Paraná, algumas medidas da base de protocolo estadual para a reabertura das escolas que deve servir para os colégios públicos e particulares.

As medidas dependem da aprovação da Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) e o retorno às aulas não tem data para ocorrer.

Dentre as medidas citadas por Adriana estão o ensino híbrido, com 50% de aulas remotas e 50% com aulas presenciais, com a opção de on-line para quem preferir, divididas de forma que os alunos teriam 15 dias de aulas presenciais, depois outros 15 dias de aulas remotas. A medida visa tentar alcançar outra meta, que é o limite de ocupação de 30% da capacidade da sala de aula. O protocolo ainda prevê aferição da temperatura pelo menos duas vezes por período, uso obrigatório de máscaras, que devem ser trocadas a cada duas horas, e distanciamento de dois metros entre as carteiras.

“Não tem como definir quando será a retomada, isso será a Secretaria de Saúde que irá nos indicar, mas já temos que ter a indicação de como será. É uma grande logística que temos que adequar, além da preocupação com a questão pedagógica”, explicou.

Para garantir as medidas de higiene na rede estadual, está prevista a compra de 200 mil litros de álcool 70%, 200 mil litros de álcool gel, 5,1 milhões de máscaras de tecido e 10 mil termômetros.

A diretora também esclareceu para os deputados que será necessária a contratação de professores temporários para substituir os 5.126 professores com mais de 60 anos que seriam afastados por estarem no grupo de risco.

Adriana ressaltou que a equipe está trabalhando há cerca de um mês no protocolo de retorno, ouvindo todo o segmento, pautando para que a sociedade faça suas contribuições.

Participaram do debate dessa quinta o deputado Professor Lemos (PT), que está à frente da comissão temática que trata da educação, deputado Michele Caputo (PSDB), a vice-coordenadora da comissão, deputada Maria Victoria (PP), representantes da Seed (Secretaria de Estado da Educação), da APP-Sindicato, do Sinepe (Sindicato de Estabelecimentos Particulares de Educação do Paraná) e da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), além de deputados.


Fonte: O PARANÁ | FOTO: SEED