Português Italian English Spanish

Sem segurança, caminhoneiros podem paralisar exportação para o Paraguai

Sem segurança, caminhoneiros podem paralisar exportação para o Paraguai


Proposta está sendo feita pelo Codefoz após agressão e vandalismo contra caminhoneiros e caminhões durante protesto em Ciudad del Este.

O Conselho de Desenvolvimento de Foz do Iguaçu (Codefoz) defende a paralisação das exportações brasileiras para o Paraguai. A medida proposta é para que a paralisação se mantenha até o governo paraguaio garantir a segurança dos caminhoneiros que estão cruzando a fronteira.

Na noite de quarta-feira, 29, durante manifestação, caminhoneiros brasileiros chegaram a ser agredidos por manifestantes. Além disso, os manifestantes colocaram fogo em caminhões. “Somos da opinião de fechar, nós temos que extremar, tomar atitudes que dêem garantia de integridade física ao nosso pessoal” argumentou o presidente do Codefoz, Mário Camargo.

“Se nós não tivermos apoio das forças policiais paraguaias, Exército, Marinha paraguaia, que estava atuando muito forte na ponte, mas ontem não apareceram. Pouco antes estavam lá, revistando caminhões, achacando motorista, isso eles estavam fazendo, mas na hora que precisa ir lá proteger nossos motoristas, eles não estavam. Então sou da opinião, que se não houver garantias, fecha tudo, vamos ver o que vai acontecer” expôs Camargo.

RADIO CULTURA DE FOZ DO IGUAÇU

Foto: Radio Concierto