Português Italian English Spanish

Calma que as chuvas estão chegando, e a safra já vai começar na faixa Sul do País, diz Agroclima

Calma que as chuvas estão chegando, e a safra já vai começar na faixa Sul do País, diz Agroclima


Boletim do Inmet traz previsão agroclimatológica de setembro a novembro deste ano

Produtores do sudoeste do Paraná, centro e oeste de Sta Catarina e do sul do MS já podem ajustar as plantadeiras, pois as chuvas começam a romper o bloqueio atmosferico a partir do dia 17 (quinta-feira que vem). No dia 20 (próximo domingo), a frente de chuvas formará um longo corredor, desde o litoral do RS, passando por Rondonia, ligando com a umidade da Amazonia, ligando um faixa de chuvas que chegará atingir a região de Parecis, no Oeste do MT.

As previsões indicam chuvas iniciais de 5 mm, mas com o correr dos dias elas tenderão a superar 40 mm, notadamente sobre a região de Naviraí (MS). Na sequencia, está prevista a entrada de uma nova frente, no dia 26, com força suficiente para levar chuvas por todo o Estado de S. Paulo e Sul de Minas (Região de cafezais). Daí prá frente, na virada do mês, as chuvas serão copiosas, avançando sobre o centro-oeste (faixa da BR-163), garantindo uma safra com boa umidade. Já o Matopiba tenderá a receber chuvas mais tarde, ao fim de outubro, repetindo um calendário semelhante ao registrado na safra passada.

Em linhas gerais, esse é o prognóstico para o início da safra 20/21 feito pelo agrometeorologista João Castro, do Agroclima/Climatempo, especial para o Notícias Agrícolas. Nesse estudo, baseado em imagens do satélite do NOAA e do modelo de previsão europeu, o grande bloqueio de ar quente e seco dará lugar às chuvas constantes que irromperão o mês de outubro por todo o País.

João Castro alerta, porém, que a safra correrá debaixo do fenomeno La Niña de baixa intensidade, e que trará estiagens mais à frente. "Portanto, o recomendado ao produtor é que faça o plantio até o dia 15 de outubro e consiga manter a janela de plantio também para a safrinha sequencial de milho com umidade adequada e com escape dos dias frios".

Como é sabido, o La Niña deverá trazer chuvas abaixo da média para o sul do Rio Grande do Sul e norte da Argentina/Paraguai, com precipitações abundantes para o Matopiba, Nordeste e Norte do País para a safra 20/21.

Boletim do Inmet traz previsão agroclimatológica de setembro a novembro deste ano

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), ligado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), divulgou nesta sexta-feira (11) a nona edição do Boletim Agroclimatológico Mensal - Setembro de 2020.

O boletim apresenta a análise das condições climáticas no Brasil durante o mês de agosto e traz as condições oceânicas e as tendências e o prognóstico agroclimático de setembro a novembro.

De acordo com as previsões, as regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Sul devem apresentar chuvas dentro ou acima da média a partir deste mês. Para o Centro-Oeste, o prognóstico ainda é de chuvas abaixo da média.

Fonte:

Notícias Agrícolas/MAPA